sexta-feira, 28 de maio de 2010

A má disposição do tio Zé

E o dia começa assim... De manhã fui com o meu crido Carlos buscar o meu austim metro, que tinha ficado na oficina até hoje de manhã , e demorou de caraças a ficar pronto porque o mecânico apanhou a gripe A, mas o meu susto foi maior quando vi o carro.... já nem parecia aquele chaveco normal... parecia aqueles tunings pavorosos com panelas no tubo de escape que antigamente achávamos um espectáculo!!! Se eu imaginasse isto, tinha deitado o carro ao rio e dizia ao crido que foi um acidente.... a razão porque digo isto é que se alguém vir um carro mesmo á zé povinho nas ruas do Porto, saiba que é contra a minha vontade, ou melhor , ou vou a dar um show piroso ou tenho que andar de  autocarro....
Depois deste dia atribulado , ainda chego a casa e vejo o tio Zé de trombas á séria, queria porque queria trazer um sumo do continente e a avó( que por acaso em vez de estar a recuperar em casa foi ás compras) não deixou...pior... retirou do carrinho de compras, o tio Zé fartou-se de resmungar e disse que nunca tinha sido tão humilhado na vida.... enfim

4 comentários:

roskoff disse...

é muy muy cridu

Wanderley Elian Lima disse...

Eta família do barulho rsrsrsrs
Um abraço

roskoff disse...

eu até te seguia mas o facebook num deixa پایان
estou interdito por alegada intrusão abusiva nas contas dos patrocinadores do dito book

Rui Caldeira disse...

Arrisco-me a dizer que o escape vale 10x mais que o chasso . . . não deixa de ser um carro crido :|