segunda-feira, 28 de setembro de 2009

O autocarro a rebentar pelas costuras e o carrão de fazer inveja do vizinho


Mais uma viagem até casa de autocarro... e mais uma aventura, desta vez quis armar-me em boazinha-que-ajuda-o -próximo e resolvi dar o meu lugar no autocarro a uma crida com a idade da minha avô. Tava tão cheio que se o motorista abrisse a porta numa curva só ficava a sobrar o puto que se segurava com unhas e dentes na janela, então eu levantei para a crida aproveitar o bem bom mas ela népia, nem se mexia. Com voz de princesa perguntei-lhe se ela não se ia alapar, ao que ela me respondeu que tava á espera que o meu rico assento arrefecesse.... enfim.
Chegada a casa reparei numa cena de vizinhos á moda portuguesa, um vizinho meu comprou um carro novo( um chaveco... mas pronto é melhor que o meu que não tenho), ora os outros cridos vizinhos vieram logo cá fora:" então fulano carro novo? já tava na hora não é?" uns metros depois  os cridos já estavam a falar mal dele... típico do portuga invejoso...

1 comentário:

D* disse...

Eu conheço uma pessoa que não se senta nos bancos enquanto eles estão quentes... haja paciência para essas pessoas!!